quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Pita de Porco

 Eu sou fã do pão pita e não o dispenso da minha despensa. O pão pita também é conhecido por um pão arábe ou pão Sírio.

O pão pita pode ser utilizado de diversas formas. Por vezes faço com carne (porco ou aves), com legumes salteados ou simplesmente com queijo, oregãos e tomate. Geralmente faço este tipo de refeições ao fim-de-semana, de modo a quebrar a rotina alimentar da semana. Aos domingos sou um pouco preguiçosa em fazer o jantar e opto por algo prático. Muitas vezes opto por um lanche tardio e ajantarado.

DSCN5566

Voltando a esta pita, desta vez escolhi o porco Smile


Ingredientes:
  • 4 pães pita
  • 2 Colheres de sopa de oregãos
  • 2 Colheres de sumo de limão
  • 1/2 Cebola média picada
  • 2 Colheres sopa de azeite (utilizei uma colher e meia de sopa)
  • 300g Lombo de Porco
  • 1/4 Pimento Vermelho
  • 8 a 10 Rodelas de Pepino
  • 1/2 Cebola roxa
Descascar, lavar as cebolas. Picar a cebola média e cortar a cebola roxa em rodelas muito finas.
Cortar o lombo de porco em cubos.
Numa taça colocar os orégãos, o sumo de limão, a cebola. o azeite. Misturar tudo muito bem. Adicionar a carne aos cubos. Envolver a carne muito bem.
Colocar a marinada no frigorifico durante 20 minutos.
À parte preparar o pimento e o pepino (cortar o pimento às tiras finas e o pepino às rodelas)
Aquecer uma frigideira e cozinhar a marinada com a carne.
Preparar o pão pita de acordo com as instruções.
Juntar as rodelas de pepino, a cebola roxa em rodelas. Colocar na pita a carne a mistura anterior.

Molho para a Pita:
  • 0,5 dl de Iogurte Grego (utilizei marca branca)
  • 1 dente de alho esmagado
  • Sal q.b.
  • Pimenta fresca (moída no momento) q.b.
Esmagar o alho num almofariz com uma pitada de sal até obter uma pasta.
Colocar o iogurte numa taça pequena e adicionar o preparado anterior.
No pão pita colocar o preparado de carne. Cubrir com um pouco de molho.

A minha cara metade (provador) adorrraaa Open-mouthed smile

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Empadão de Atum

         DSCN5684     DSCN5694

Hoje decidi partilhar a minha receita de empadão de atum e de esparregado. Eu adoro colocar esparregado no empadão.

Para quem não gosta de esparregado, simplesmente não o coloque.

Experimente Winking smile

Ingredientes (4 porções)
  • 300g Arroz agulha
  • 6 dl Água
  • 1 Cebola pequena
  • 2 Dentes de Alho
  • Azeite q.b.
  • 3 a 4 Colheres de sopa de polpa de tomate
  • 2 Latas de atum de conserva (utilizei atum conservado em água, marca Pingo Doce)
  • 1 Lata de cogumelos laminados (utilizei um lata de cogumelos pequena, marca Pingo Doce)
  • 1 dl Vinho branco
  • 300g de Esparregado (1 embalagem)
  • Queijo mozzarela ralado (não tinha queijo mozarela ralado, utilizei fatias redondas de queijo flamengo magro)
  • Sal q.b.
  • Pimenta q.b.

Cozer o arroz em água a ferver. Temperar com sal.
O arroz depois de cozido, deve ser passado por água fria para arrefecer (por vezes faço, outras vezes não). Reservar o arroz.
Abrir as latas de atum e de cogumelos e escorrer bem os líquidos.
Num tacho refogar a cebola e os alhos em azeite. Deixar alourar um pouco e juntar a polpa de tomate, atum escorrido e os cogumelos laminados escorridos. Temperar com sal e um pouco de pimenta. Cozinhar um pouco (5 minutos). Adicionar o vinho branco e deixar apurar (mais ou menos 15 a 20 minutos). Mexer o preparado de vez em quando.
Este preparado deve ficar um pouco seco. Se por acaso ficar com muito líquido, não deve utilizar o molho.
Preparar o esparregado à parte conforme vem indicado na embalagem.

Preparação do empadão:
Numa travessa de ir ao forno, colocar uma camada de arroz. Por cima do arroz colocar uma camada de esparregado. Seguidamente colocar uma camada com refogado de atum com os cogumelos. Para finalizar colocar uma camada de arroz.
Polvilhar a última camada de arroz com o queijo ralado.
Levar ao forno aquecido a 180ºC e deixar gratinar durante 15 a 20 minutos.

HUMMM! Delicioso Open-mouthed smile

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Bolo de Maçã com Canela

DSCN4840
Mais um pouco queimado e ficava perfeito, estilo "Julia Child" - ver video em baixo

Este bolo é ideal para pic-nic ou para levar à praia.
Levei este bolo a uma festa de aniversário da minha amiga G...
Foi uma festa muito original...um pic-nic, passamos um excelente dia na companhia de amigos, a jogar futebol, ténis, colocar a conversa em dia...melhor impossível.

Aqui está a receita,


Ingredientes:
  • 3 Ovos
  • 75g Margarina
  • 380 g Farinha (utilizo sempre metade de farinha de trigo e outra metade de farinha integral
  • 8g Fermento em pó
  • 3 Maçãs reinetas (pode utilizar outro tipo de maçã)
  • 2 a 3 Colheres de sobremesa de canela em pó
  • 1 Chávena chá de leite (a receita original não possui leite, dado ao facto que utilizo farinha integral, em vez de acrescentar mais margarina, utilizo leite magro. É uma opção pessoal)
Misture todos os ingredientes com a ajuda de uma batedeira, com excepção das maçãs. Ou então manualmente numa tigela (é o que eu faço).
Unte a forma com margarina e farinha. Eu utilizo a forma redonda com chaminé, podem utilizar uma à escolha.
Lave, descasque as maçãs e corteias aos pedaços.
Verta um pouco de massa na forma, coloque uma maçã aos pedaços, verta mais um pouco da massa e as maçãs (por camadas).
Leve ao forno a 180ºC durante 35 minutos (eu deixei durante 45 :-P) ou quando espetar um palito, este venha limpo.
Deixe arrefecer antes de servir.

Espero que goste Smile



sábado, 27 de agosto de 2011

Sopa de Abóbora com Salsa

Esta é uma sopa simples para gostos simples.

A minha sogra ofereceu-me um 1/4 de uma abóbora média…fui logo fazer a minha sopinha para o jantar. Como referi num post anterior, faço sempre sopa para mais de uma vez.

DSCN6555

Ingredientes (4 pessoas):
  • 600g de Abóbora
  • 2 Cebolas grandes
  • 3 Courgettes
  • 1 Ramo de salsa fresca
  • Água q.b.
  • Sal q.b.
  • Azeite q.b. (utilizei uma colher sopa mal cheia de azeite)
Descascar, lavar e cortar a abóbora, as cebolas e courgettes.
Numa panela com água a ferver, adicionar a abóbora, as cebolas e os courgettes.
Temperar com sal.
Lavar a salsa fresca. Picar a salsa grosseiramente.
Cozer os legumes em lume moderado. Quando os legumes estiverem tenros, cozidos (ao espetar um garfo no legume e este se partir, o legume encontra-se cozido) deve apagar o lume.
Triturar os legumes com a varinha mágica até os desfazer na totalidade.
Colocar a salsa picada na sopa. Levar a sopa a lume brando até levantar as fervura. Apagar o lume.

NOTA: É mais rápido aquecer a água sem sal. Temperar a água com sal posteriormente.

Depois de triturar os legumes com a varinha mágica, caso verifique que a sopa está demasiado espessa, pode adicionar um pouco mais de água a ferver, até adquirir a consistência pretendida.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Bifes de Soja Estufados

Esta receita já é velhinha….comecei a fazê-la nos meus primeiros anos da licenciatura. Na altura fazia bifes de soja, nacos de soja e soja granulada…principalmente estufados.


Durante esta semana fui às compras no Jumbo de Alfragide, onde comprei vários produtos com soja, entre os quais os bifes de soja.








Os bifes de soja para serem confeccionados necessitam de ser hidratados em água durante 20 a 40 minutos. Após este tempo, deve retirar o máximo de água dos bifes de soja. Posteriormente pode cozinha-los como se fossem carne, por exemplo Smile




Para quem não gosta do sabor da soja, para mim o segredo é o tempero Winking smile (tempere a soja na véspera ou pelo menos 2 horas antes da confecçção, tal como a carne).





Ingredientes para 4 pessoas:
  • 1 pacote de bifes de soja (125g)
  • Sal q.b.
  • 1 colher de piri-piri moído
  • Azeite q.b.
  • Vinho Branco q.b.
  • 1 Cebola grande
  • 2 Dentes de alho
  • 1Lata grande de tomate pelado (utilizei 5 tomates grandes biológicos)
  • 1/2 Pimento vermelho (quem não gostar de pimento vermelho pode não o adicionar)
  • 1 Folha de louro
  • 1 Ramo de coentros


Demolhar os bifes de soja com água morna durante 20 minutos. Após este tempo deve retirar a água dos bifes de soja (ex.: espremer).
Descascar a cebolas e os alhos. Lavar a cebola e os alhos. Picar a cebola e os alhos.
Lavar o 1/2 pimento vermelho. Picar o pimento vermelho.
Lavar a folha de louro e o ramo de coentros. Picar os coentros.
Temperar os bifes com sal, 1/2 colher de café piri-piri moído, 2 dentes de alho picados e 4 colheres de sopa de vinho branco. Reservar os bifes temperados durante pelo menos 2 horas.
Num tacho, aquecer o azeite, juntar as cebolas. Deixar saltear.
Juntar o tomate picado e Deixar cozinhar durante 5 a 8 minutos.
Juntar a folha de louro e os coentros. Mexer tudo muito bem e acrescentar os bifes de soja com os alhos picados. Deixar cozinhar durante 20 minutos em lume moderado e mais 10 a 20 minutos em lume brando.


Nota: É muito importante provar o molho ao longo da confecção. Nunca esquecer de provar e rectificar os temperos.


Uma sugestão para o acompanhamento é uma bela salada de alface ou rúcula ou/e um arroz de jasmim  Smile




Arroz de Jasmim (4 Pessoas):
  • 2 Saquetas de chá de Jasmim
  • 250g de arroz vaporizado
  • Sal q.b.
Fazer o chá de jasmim em 6 dl de água temperada com sal. Cozer o arroz nessa água.


Bom apetite!!!! Open-mouthed smile


Sugestão: Nem sempre temos coentros frescos à mão de boa qualidade (que cheirem bem), nem tempo para ir às compras…para esses dias tenho no meu congelador sempre uma embalagem de coentros ultracongelados, salsa ultracongelada, alho picado ultracongelado e cebola picada ultracongelada. Utilizo marcas brancas (ex.: Pingo Doce - venha cá!).


Os produtos frescos dão um toque superior e delicioso (quanto maior a qualidade, melhor). Contudo, por vezes recorro aos congelados e faço-o sem preconceitos. Especialmente quando não tenho tempo para ir às compras ou simplesmente acabou o condimento fresco…


Não neguem uma ciência que desconhecem Winking smile

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Sobremesa de Iogurte

DSCN4334

Esta foi a sobremesa que servi no jantar de “Caril de Frango”. Escolhi esta sobremesa por ser rápida e pouco dispendiosa. Fiz na véspera do jantar (quinta-feira à noite).

Para ficar com uma certa consistência, esta sobremesa deve ser guardada no frigorifico durante 8 a 12h antes de servir.


Ingredientes para 4 pessoas:
  • 6 a 7 Iogurtes sólidos naturais magros (não açucarados)
  • 1 Lata de leite condensado magro
  • Sumo de um limão pequeno
Numa tigela colocar os iogutes sem o soro (líquido que acompanha os iogurtes sólidos), o leite condensado e o sumo de um limão. Mexer muito bem e devagar.


Nota: Deve ser mexido devagar e nunca bater. Se bater irá ficar líquido e tal não é o pretendido.

DSCN4347

Espero que gostem Smile

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Caril de Frango

DSCN4422

Aqui está uma deliciosa sugestão para uma sexta-feira à noite com os amigos, caril de frango. Este foi o prato principal que vos falei ontem.

De modo a facilitar a preparação deste prato principal e por uma questão de tempo, o frango foi temperado de véspera e o leite de coco que utilizei foi preparado na véspera.

Algumas entradas foram compradas. Uma era simples e rápida. A sobremesa foi elaborada no dia anterior. Fiz uma sobremesa de iogurte.

As entradas foram folhados com salsicha e “tortilha chips” com um molho picante (molho de tomate com pimentos e picante) adquirido no supermercado.

               DSCN4415        DSCN4418
 

Cara(os) amigas(os) eis a minha receita de Caril de Frango,


Ingredientes para 5 pessoas:
  • 6 Peitos de frango (pode utilizar bifes de peru)
  • Sal q.b.
  • 1 Cebola grande
  • 1 Alho
  • 1 Colher chá de caril em pó (para temperar a carne, utilizei um caril de marca branca)
  • 3 Colheres de sopa caril indiano (pó ou massa, utilizei pó Caril Indiano da marca GLOBO)
  • 1 Colher de chá de açafrão (utilizei açafrão de marca branca)
  • 1 Colher de café piri-piri moído ou 1 malagueta (ou ao gosto de cada um)
  • 500 L de leite de coco (podem fazer o leite de coco ou então comprar leite de coco)
  • 2 Colheres de sopa de polpa de tomate
  • Azeite q.b. (utilizei muito pouco azeite)
  • 1 a 2 maçãs reinetas
  • Vinho branco
  • Coentros frescos

Na véspera o frango deve ser preparado, cortado aos pedaços e temperado com sal, vinho branco, 1 colher de chá de caril em pó e a colher de café de piri-piri em pó. Deve ser guardado no frigorífico até à sua confecção.

Num tacho com azeite, pica-se a cebola grande e o alho. Acrescenta-se a maçã reineta aos cubos e as 3 colheres de caril indiano e deixa-se ferver.

Adiciona-se a polpa de tomate e o leite de coco. Deixa-se ferver 2 a 3 minutos.

Com a varinha mágica vou triturar o tudo do tacho, de modo a eliminar a maçã reineta, tornando o caldo cremoso.

Seguidamente acrescenta-se o frango com a marinada e deixa-se cozer. Quando este estiver cozido deve acrescentar os coentros frescos picados e mexer muito bem.

Empratar.

Este caril deve ser servido com arroz basmati.


               DSCN4421      DSCN4426

Leite de Coco

Foi a minha sogra que me ensinou a fazer “leite de coco”. Para fazer o “leite de coco” basta comprar uma embalagem de coco ralado. Realmente sai mais barato fazer o “leite de coco” com uma embalagem de coco ralado do que comprar uma embalagem/lata de leite de coco.

Estamos em tempos de poupança!!!

Em baixo encontra-se o talão de compra da embalagem de coco ralado, foi 0,72€.

DSCN4107

Possivelmente numa urgência irei a correr ao supermercado e comprar o leite de coco, ou caso me esqueça de preparar o leite de coco.

Utilizei este leite de coco num caril de frango.

Para quem quiser experimentar eis a receita,


Ingredientes para o “leite de coco”:
  • 1 Pacote de coco (200gr);
  • 1,5 L de Água.
Este preparado deve ser feito na véspera da sua utilização.

Num tacho deve colocar a água e o coco ralado. Quando começar a ferver, colocar a lume brando durante 30 minutos.

Este preparado deve ficar em repouso no frigorífico de um dia-para-outro (ex. de quinta-feira à noite para sexta-feira).

No dia seguinte deve ser triturado com a varinha mágica.

A mistura triturada deve passar por um passador com rede, extraíndo então o líquido precioso “Leite de coco” e eliminar algum coco ralado, de modo o leite a ficar cremoso.



                DSCN4369   DSCN4376

terça-feira, 23 de agosto de 2011

“Tortilhas chip” e “Folhadinhos com Salsichas”


Hoje apresento-vos duas entradas que utilizei numa sexta-feira à noite.

Eu adoro receber amigos em casa, embora ultimamente não tenha conseguido tantas vezes como gostaria. Este jantar foi numa sexta-feira, em que o dia foi atarefado com muito trabalho e algum cansaço. Para poupar tempo recorri a entradas fáceis de preparar e rápidas. Na véspera, adiantei o prato principal e fiz a sobremesa. Referente à sobremesa optei por uma receita barata e rápida.

Esta semana irei colocar as receitas do prato principal e da sobremesa. Voltando às entradas...

As “tortilhas chip” e o molho foram adquiridos no supermercado (comprei da marca branca do E.Leclerc). Vocês podem adquirir de outras marcas ao vosso gosto.

                  DSCN4402       DSCN4406
                 DSCN4412         DSCN4415

No mercado existem tortilhas normais, com queijo ou picantes. Eu optei por tortilhas normais e picantes e um molho pouco picante com pimentos (é tipo um molho mexicano que existe em qualquer supermercado). Uma combinação perfeita.

Uma outra entrada foram folhadinhos com salsichas. As salsichas são de porco e de cocktail. Para quem não gosta de salsichas de porco, podem optar por salsichas de aves ou de tofu.

Os folhadinhos de salsicha foram inspirados nos do blog As Minhas Receitas. Utilizei um cortante em formato de estrela. Tenho vários tamanhos de cortantes “estrela”. Escolhi o mais pequeno.

Pode utilizar cortantes diferentes, de acordo com o seu gosto. Eu tenho comprado vários cortantes de plástico (em promoções), desde estrelas, corações, borboletas e árvores de natal. Os meus foram baratos.


Ingredientes para os “Folhadinhos de Salsicha” (4 pessoas):
  • 1 Massa folhada fresca de compra rectângular
  • 1 Lata de salsichas de cocktail
  • 1Cortante em forma de estrela (tamanho mais pequeno)
  • Palitos para cada salsicha com o folhado
  • 1 Gema de ovo para pincelar
  • Água
Desenrolar a massa folhada fresca.

Com um cortante/cortador não muito grande, com a forma estrela/flor/coração/animal, cortar a massa, na quantidade, quantas salsichas tiver.

Lavar o ovo e partir. Bater a gema do ovo. De modo a diluir a gema de ovo, deve acrescentar um pouco de água (1colher de sobremesa) e misturar bem.

Aquecer o forno a 170ºC.

Colocar a massa cortada num tabuleiro forrado com papel vegetal. Pincelar com a gema de ovo batido com um pouco de água.

Colocar no forno quente até a massa folhar (abrir) e ficar douradinha.

Entretanto deve cozer as salsichas em água. Após a cozedura, retirar as salsichas e deixar arrefecê-las.

Retirar do forno os folhados prontos. Deixar arrefecer os folhados.

Com um palito, colocar uma salsicha e por cima a massa folhada.

Empratar os folhadinhos de salsicha.

Sugestão: Cortar alguns folhados e não colocar salsichas (como na foto abaixo).

DSCN4418

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Sopa de Feijão Verde com Segurelha

DSCN5627


Vou confessar que estou de dieta há algum tempo e a maior parte das vezes o meu jantar é uma sopa e uma peça de fruta. Jantar sempre sopa requer alguma imaginação.

De modo a facilitar a vida cá em casa, faço sopa para 2 a 3 vezes (somos só 2 pessoas) e por vezes dois tipos de sopa. Durante a semana vou alternando. Para os alimentos não se estragarem, faço um arrefecimento rápido dos mesmos.

Para não acumular refeições no frigorifico, especialmente aquelas cuja a data de confecção já “voou” da massa cinzenta, recomendo que coloque pequenas etiquetas ou escreva com uma caneta de acetato a data em que confeccionar a refeição. Esta é uma sugestão para quem faz refeições para a semana toda. Há quem identifique os alimentos com os dias da semana, de modo a controlar melhor a ementa semanal.

Voltando à sopa de feijão-verde com segurelha, esta sopa não possui batata, foi substituída pelo chuchu e foi aromatizada com segurelha. Esta sopa é excelente para pessoas de hipertensão, cuja adição desta erva pode substituir o sal.

Para facilitar a preparação da sopa, pode optar por feijão-verde já cortado e pronto a usar. Para esta sopa basta meia embalagem. Eu preparei o meu próprio feijão-verde. Contudo já tenho comprado feijão-verde cortado e pronto a utilizar.

Confesso que a primeira vez que utilizei esta erva fiquei com receio de não gostar. Enganei-me (felizmente Smile). A minha cara metade (O Provador) adorou Open-mouthed smile




Ingredientes para 4 pessoas:
  • 1 Cebola grande
  • 1 Nabo grande
  • 2 Chuchus
  • 600g de Abóbora
  • Água q.b.
  • Sal q.b. (coloque muito pouco)
  • 250g a 300g Feijão-verde
  • 1 Raminho de segurelha
  • Azeite (por causa da dieta nem sempre coloco azeite nas sopas. Uma questão de hábito)
Descascar a cebola, o nabo, os chuchus e a abóbora. Lavar muito bem estes legumes.

À parte, colocar a água a aquecer (sugestão: aquecer a água numa chaleira eléctrica).

Cortar tudo em pedaços pequenos e colocar na panela com a água a ferver. Tempere com sal.

Tapar a panela. Deixe cozer os legumes em lume moderado.

Lavar o feijão-verde. Cortar o feijão-verde em lâminas finas na diagonal. Reservar o feijão-verde.

Lavar a segurelha.

Quando os legumes estiverem tenros, cozidos (ao espetar um garfo no legume e este se partir, o legume encontra-se cozido) deve apagar o lume.

Triturar os legumes com a varinha mágica até os desfazer completamente.

Adicionar o feijão-verde cortado e algumas folhinhas de segurelha.

Deixar ferver a sopa até o feijão-verde ficar tenro.

Regar com o azeite e servir.




NOTA: É mais rápido aquecer a água sem sal. Tempere a água com sal posteriormente.

Eu utilizo a chaleira electrica para aquecer a água para as minhas refeições, poupo tempo.

Depois de triturar os legumes com a varinha mágica, caso verifique que a sopa está demasiado espessa, pode adicionar um pouco mais de água a ferver, até adquirir a consistência pretendida.

É importante provar a sopa ao logo da sua confecção, de modo a rectificar os temperos.

sábado, 20 de agosto de 2011

Creme de Banana

DSCN5358

Hoje está um dia muito nublado, com calor, a chover…enfim um dia com clima tropical.

Não quero ser egoísta, nem ofender quem detesta dias assim, mas ainda bem que o dia está assim para mim...estou em casa de “castigo”. Estou a trabalhar, a fazer relatórios de HSA (Higiene e Segurança Alimentar). Durante a semana estive doente e não consegui trabalhar devidamente por a medicação ser demasiado forte…tive muito soninho, dores de garganta (parecia que estava a engolir um elefante) e de cabeça.

Estando em casa, só me apetece comer…decidi ir à despensa, frigorífico e à fruteira para preparar este creme de banana com cereais. Pode utilizar cereais ao seu próprio gosto.

Este creme é um excelente lanche para adultos e crianças.

Ingredientes para 4 pessoas:
  • 3 a 4 Bananas médias
  • Sumo de 1/2 laranja
  • 2 Iogurtes naturais
  • Cereais q.b.
Descascar as bananas, tirar os filamentos (fios) das bananas. Colocar as bananas numa tigela

Regar as bananas com o sumo de laranja. Esmagar com a ajuda de um garfo as bananas.

Juntar às bananas os iogurtes naturais. Misturar tudo muito bem.

Por fim colocar o creme de banana em tacinhas e decorar com cereais ao gosto de cada um.

Nota: Caso o creme não seja para consumo imediato, deve ser guardado no frigorifico. Os cereias devem ser adicionados somente na altura de servir.


Sugestão: Pode colocar as bananas em rodelas num copo da varinha mágica, adicionar o sumo de laranja, os iogurtes e triturar. Caso opte por este método, o creme fica mais uniforme e líquido.

Espero que gostem Smile

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Bolo de Corn Flakes com Maçã

DSCN5596

Penso que já tinha referido num post que adoro bolo/tartes/doces/saladas que levem maçã. Aprendi esta receita com a “Dica da Semana” do Lidl, uma receita do Chef Hernâni Ermida.

Neste doce, mais uma vez utilizei açúcar light, em vez do açúcar corrente. Numa próxima, para além do açucar light, vou utilizar os corn flakes sem açúcar. Os doces são deliciosos. Contudo, não podemos esquecer da nossa saúde.

As maçãs eram provenientes de produção em regime de Protecção Integrada. Toda a  fruta cultivada sob este tipo de regime encontra-se identificada com este autocolante,
clip_image002

Ingredientes (6 pessoas):

  • 1kg Maçãs (utilizei maçãs de Alcobaça provenientes de Protecção Integrada)
  • 200gr açúcar (utilizei 132 gr de açúcar light)
  • 2 Laranjas (sumo)
  • 200gr Corn flakes
  • 5 Ovos
  • 1 Colher café de canela (utilizei uma colher de sobremesa)
  • Margarina vegetal para untar
  • Papel vegetal

Descasque as maçãs e descaroce-as. Coloque metade do açúcar num tacho. Junte as maçãs cortadas aos pedaços pequenos. Adicione o sumo das 2 laranjas, leve ao lume e deixe cozinhar até as maçãs ficarem quase desfeitas. Reserve.

Forre uma forma com o papel vegetal e unte-o com margarina. Ligue o forno a 180ºC ou 170ºC.
Bata os ovos com o restante açúcar até triplicarem de volume. Adicione os corn flakes e mexa cuidadosamente.

Junte depois a canela e misture bem. Retire do lume e deixe arrefecer.

Coloque na forma metade da mistura de corn flakes na forma e por cima coloque as maçãs. Seguidamente cubra com os restante corn flakes e leve ao forno, já aquecido, durante 30 a 40 minutos.

Retire, deixe arrefecer, desenforma e sirva.

Hummm! ADORO Smile

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Tarte de Maçã


DSCN5064

Adoro tartes de maçã e desde que tentei esta receita fiquei rendida. Recomendo que seja servida fria.
Estava em casa dos meus sogros e encontrei esta receita num suplemento da TV7 dias, pedi emprestado e Voilá!!!

Ingredientes:
Creme:


  • 50 gr Farinha
  • 150g açúcar (utilizei 99 gr de açúcar light)
  • 0,5 dl Leite (utilizei leite magro)
  • 2 Gemas
  • 2 Ovos 1 Limão (raspa e sumo)
  • 1 Colher sobremesa de aroma a baunilha (utilizei uma colher bem cheia)


  • Massa:


  • 1 Base de massa folhada redonda
  • 5 a 6 Maçãs vermelhas
  • Manteiga/Margarina
  • Geleia de Maçã (não tinha geleia de maçã, mas sim doce light de maçã. Diluí 2 colheres de sopa de doce numa pequena porção de água).


  • Para preparar o creme:
    Misturar a farinha com o açúcar, juntar um pouco de leite. Adicionar as gemas com os ovos, mexer bem e juntar o restante leite.
    Lavar muito bem o limão com água fria a correr. Seguidamente raspar a casca do limão.
    Levar a lume brando o creme, para engrossar. Mexer bem o creme. Retirar do lume o creme e juntar a raspa de limão e o aroma de baunilha.
    Deixar arrefecer bem. Não colocar o crème quente ou morno em cima da massa, somente creme frio.

    Restante preparação:
    Ligar o forno a 170ºC (na receita original o forno é ligado a 180ºC). Untar a tarteira com manteiga e forrar com a massa folhada ou então utilizar o próprio papel vegetal no qual a massa folhada vem enrolada dentro da embalagem (esta última é mais rápida e a minha opção favorita) .
    Aparar o excesso de massa folhada e picar com um garfo a massa (picar muito leve com o garfo, sem a perfurar). Cobrir a massa com o creme. Colocar a massa com o creme no frigorífico durante 5 a 10 minutos.

    Lavar as maçãs muito bem com água a correr. Descaroçar as maçãs, cortar em rodelas muito finas (depois de descaroçar as maçãs, pode descascá-las, é preferível de modo a evitar contaminações bacterianas), espremer o sumo de limão sobre as maçãs.
    Sobre o creme, adicionar as rodelas finas de maçã. Sobrepor umas sobre às outras.
    Levar ao forno durante 40 a 45 minutos. Retirar e deixar arrefecer.
    Desenformar a tarte e pincelar com a geleia de maçã.
    Sirva fria.

    quarta-feira, 17 de agosto de 2011

    Empadão de Alheira

    DSCN4979

    Este empadão é fácil de preparar e delicioso. Excelente para os dias em que a imaginação falha e existem várias bocas para alimentar.
     
    Ingredientes para 4 porções:

    • Arroz (podem utilizar puré instantâneo)
    • Àgua
    • Alho em pó q.b.
    • 2 Alheiras de caça (podem utilizar alheiras de bacalhau)
    • 2 dentes de alho
    • Azeite
    • 350gr Espinafres congelados
    • 1 Lata de cogumelos laminados
    • Vinho branco q.b.
    • 1 Gema
    • Sal q.b.


    Confeccionar o arroz com água, sal e um pouco de alho em pó.

    Retirar a pele às alheiras, cortar uma delas em rodelas e esmagar a restante (para retirar a pele às alheiras, dar primeiro um golpe a toda a volta no sentido do comprimento). Reservar ambas.

    Picar o alho, refogar o alho no azeite, juntar os espinafres ao preparado anterior, temperar com sal e salteie. Juntar os cogumelos laminados e saltear com os espinafres. Retirar do lume e reservar.

    Colocar os espinafres e os cogumelos no fundo de um recipiente/travessa pirex, sobrepor a alheira esmagada. Cobrir novamente com os espinafres e cobrir com o arroz.

    Decorar com as rodelas de alheira reservadas. Pincelar com gema batida. Colocar o  recipiente de pirex/travessa no forno a 190ºC ou 180ºC, por 25 a 30 minutos.

    Retirar e sirvir. Acompanhe este empadão com salada.

    Caso pretenda um prato vegetariano pode substituir a alheira por soja granulada.
    Bom apetite!!!  Smile

    DSCN5010

    terça-feira, 16 de agosto de 2011

    Quiche de Frutos do Mar

    DSCN5712

    A primeira fez que fiz uma quiche foi há uns poucos meses para um aniversário de uns amigos. Na altura pensei que fosse complicado. Como estava profundamente errada. É rapido, fácil e pode ser utilizada como entrada, ou como prato principal acompanhada com uma salada (ex:.alface/rúcula e tomate).

    Esta receita foi retirada da revista “Cozinha Semanal n.º 519”. Segundo a revista o custo aproximado por pessoa é de 0,50€. Eu tinha todos os ingredientes em casa, com excepção do molho bechamel. Comprei uma embalagem de “marca branca”. Conclusão, a quiche para além de delíciosa e rápida, é também barata.

    Tenho como sugestão, uma quiche acompanhada com tomates cereja num pic-nic...aproveitem esta dica.

    Bom apetite!!! Smile
     
    Ingredientes:

    • 1 Massa quebrada refrigerada redonda
    • 250g Delícias do mar
    • ½ Pimento verde (pode utilizar pimento vermelho ou então misturar ambos)
    • 1 Cebola
    • 1 Ramo de coentros (usei metade do ramo)
    • 2 dl de Molho bechamel de compra ou não (gosto de cada um)
    • 4 Ovos
    • Sal q.b.
    • Pimenta q.b. (se não gostar de pimentos, pode acrescentar mais 4 a 5 delícias e cebola picada/coentros picados)
    • 1 Colher café de açafrão

     
    Colocar a massa quebrada numa forma com fundo amovível. Sobre a massa adicionar as delícias do mar, o pimento picado, a cebola picada finamente e os coentros picados.

    Envolver o molho bechamel com os ovos batidos e temperar com sal, pimenta moida e açafrão.

    Verter sobre o recheio e leve ao forno a 190ºC, durante 25 minutos. Retirar do forno, desenformar e sirvir.


    Nota: Levei a minha quiche a 170ºC durante 35 minutos, mais ou menos.

    sexta-feira, 12 de agosto de 2011

    Folhados de Queijo e Fiambre de Peru

    Eu sei que não se deve abusar dos folhados devido ao seu teor de gordura, mas de vez enquando, porque não?

    Para não pesar muito a minha consciência, utilizei fiambre de peru. Smile

    Esta receita é rápida e pode levar estes folhadinhos para um passeio, praia, pic-nic, etc. Atenção, deve colocá-los numa geladeira com vários acumuladores de frio. Pode levar os folhados e fruta por exemplo.
    A minha cara metade é piloto rebocador de planadores em Évora (os interessados podem contactar-me), eu acompanho-o algumas vezes, com o farnel preparado em casa. O meu farnel vai sempre numa mochila (geladeira) com vários acumuladores de frio. Na última vez, fiz sandes de queijo com cenoura ralada. Num recipiente levei morangos lavados e noutro, tomates chucha bebé (pequenos) lavados. Por vezes acrescento um recipiente com folhados de queijo com fiambre.

    Estes folhados foram feitos para um lanchinho com os amigos. Foi uma tarde super animada Open-mouthed smile
    Bem vou deixa-me de histórias e colocar a receita,

    DSCN4079


    Ingredientes (8 a 10 porções)




  • Massa Folhada fresca (adquirida no supermercado, podem utilizar congelada);




  • Fatias de queijo “Gouda” (ou outro ao gosto);




  • Fatias de fiambre de peru (pode ser de porco ou de frango)




  • A base da massa folhada é esticada e recheada com as fatias de queijo e de fiambre.
    Seguidamente a massa é enrolada (como se de uma torta se tratasse) e cortada em fatias (cerca de 1 a 5 cm de espessura).

    DSCN4037 DSCN4043

    Num tabuleiro forrado com papel vegetal são colocadas as rodelas.

    DSCN4058

    Coloque no forno (pré-aquecido) 180ºC -170ºC durante 30 minutos ou até estarem prontos.

               DSCN4061          DSCN4062
     
    Sugestão:
    Brincar com a massa folhada. Costumo fazer um género de tranças pequenas. Algo rápido para trincar.

    DSCN4068