segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Influências das alterações climáticas na segurança alimentar

O aquecimento global influência cada vez mais a nossa vida, directa ou indirectamente. Infelizmente por vezes nos esquecemos ou pouco contribuímos.

Nós cá em casa fazemos reciclagem, tentamos consumir frutas provenientes de protecção integrada, legumes biológicos. Andamos mais de scooter do que carro (a scooter a 4 tempos gasta muito menos que o carro). Para o trabalho e durante o mesmo ando de transportes públicos.

Em casa as lâmpadas são económicas. No inverno o aquecimento é ligado mais ou menos durante apenas 2 horas (só para aquecer a casa) e optamos pela mantinha/edredon no sofã. Os banhos são duches. A roupa escura é lavada à máquina...mas com água fria. A roupa clara é lavada no máximo a 30ºC. Utilizo um sabão de bilís biológico para as lavagens da roupa à mão.

Também cometo erros, não sou perfeita...sou humana. Mas acredito que do pouco que faço, contribuo para algo positivo. Confesso que ainda não tenho uma bicicleta a pedal, pois é!!!...é uma excelente opção. Felizmente, as cidades começam a construir ciclovias, havendo no entanto ainda muito caminho a percorrer.

Por "falar" em bicicleta, já conhece o seguinte site? http://www.verdemovimento.com/ (veja)

Infelizmente há muitos que nada fazem e só pensam nos lucros... Estou a falar de grandes empresas, de países poderosos deste planeta que são os primeiros a poluir, a não cumprir as regras ambientais. Resumindo, são os primeiros a não dar o exemplo. É irónico, pois esquecem-se que também existem neste planeta e que também serão e já são afectados.

Nos países mais pobres é ainda mais complicado, têm imensos problemas a nível de subsistência, socais e ambientais. Realmente, é complicado.

Conheço alguns bairros em Portugal que ainda não têm contentores de reciclagem, o que eu considero profundamente lamentavel. E agora com a situação no país...ui, é assustador.

O vídeo em baixo é da Sociedade Ponto verde, é muito engraçado ;)



Amigos(as) eu sigo um blog que se chama "Alimentícias". Neste blog são divulgadas informações e esclarecimentos de alguns tópicos referentes à Segurança Alimentar, de uma forma alargada. Na minha área profissional é importante partilhar informação, dado que a segurança alimentar é um "mundo muito grande".

Na terça-feira foi colocado um post sobre "Alterações climáticas afectam a segurança alimentar". É um assunto que nos afecta a todos e deve ser reflectido. Aconselho a sua leitura.

Não pode ser só pessimismo. Temos que lutar e ter esperança. Talvez a nossa maior esperança sejam as crianças de hoje.



Espero que tenha gostado do vídeo!!!

Voltando à reciclagem, quase todas as embalagens podem ser recicladas, desde o plástico, o metal, o vidro, o papel/cartão e os pacotes de líquidos alimentares.

Como deve separar os resíduos:
  • Contentor Azul (papel e cartão): embalagens de papel e cartão, papel de escrita e embrulho, sacos de papel, revistas e jornais. As embalagens devem ser desmanchadas ou espalmadas, de modo a reduzir o espaço que ocupam. Atenção: Não deve colocar embalagens de produtos químicos, sacos de cimento, toalhetes, fraldas, papel de alumínio, autocolante ou de cozinha, guardanapos e toalhetes.
  • Contentor Verde (vidro): garrafas, garrafões, frascos e boiões de vidro. As tampas das embalagens deve ser retiradas. Atenção: Não deve colocar espelhos, loiças (pratos, copos, chávenas, canecas, jarras), vidraças e lâmpadas (existem contentores próprios para lâmpadas, embora muito poucos e mal divulgados).
  • Contentor Amarelo (plástico, metal): Garrafas e garrafões de plástico (água, sumo e vinagre); embalagens de iogurtes, sacos de plástico, invólucros de plástico, embalagens de produtos de limpeza, tampas plásticas, latas (bebidas e conservas), esferovite, tampas de metal, caricas, pacotes (leite, sumo, vinho, natas), embalagens metalizadas, aerossóis vazios (desodorizante, lacas). As embalagens devem ser espalmadas e escorridas, de modo a ocupar pouco espaço e de modo a evitar odores desagradáveis. Atenção: Não deve colocar neste contentor utensílios de cozinha (tachos, talheres, panelas ou frigideiras) e pequenos electrodomésticos (existem contentores próprios para este efeito em alguns hipermercados do Continente e do Pingo Doce. Os de maior dimensão são recolhidos pelas entidades municipais, deve contactá-los).
  • Contentor Cinzento (lixo e outros resíduos): Neste contentor deve colocar os resíduos, embalagens que não podem ser recicladas. Deve colocar fraldas, toalhetes, pensos higiénicos, pastilhas elásticas, beatas de cigarro, papel autocolante, panelas, talheres, brinquedos estragados, loiças e cerâmicas, vidros especiais (pirex, espelhos), roupa, calçado entre outros.

Actualmente já existem contentores para a recolha de óleos alimentares usados (OAU). Informe-se na sua zona de residência. Existem vários contentores pelo país.

Deixo-vos alguns blogs onde os materiais provenientes da reciclagem são autênticas obras de arte:

http://madeiraemforma.blogspot.com/
http://reciclagemearte.blogspot.com/
http://luxodolixo.blogspot.com
http://reciclaredecorar.blogspot.com/


Hoje decidi fazer um post diferente, isto porque indirectamente afecta os alimentos, a nossa alimentação e a nossa saúde... a minha e a vossa vida.

:)***

8 comentários:

  1. Telma, eu e meus filhos adoramos os vídeos sobre reciclagem.
    Querida, agradeço a indicação de meu blog como referência. Fico indignada com tanto consumo desenfreado.
    Abraços e ótima semana

    ResponderEliminar
  2. Muito bommm o seu post quem dera que aqui se fizesse reclicagem consciente pois é o que mais odeio no meu pais pois tem muito lixo e o pior nao existe tratamento de reciclagem nem de lixo nem de aguas, acho muito mau e nos temos praia por kms ja se sabe que acaba tudo por ir para as praias
    um bjjj

    ResponderEliminar
  3. Sandra Guadagnin: Fico feliz por terem gostado dos vídeos. Foi um prazer a referência do seu blog. Sim é assustador o consumo humano.

    ResponderEliminar
  4. Monica Morris: Lamento saber que no seu país não existe tratamento do lixo, de águas e da reciclagem. É muito triste, especialmente porque se não cuidamos agora do nosso planeta, que futuro teremos?
    Espero contribuir, por muito, muito pouco que seja, com o meu post. Muitas pessoas não têm consciência ou conhecimento do quanto a poluição influência a nossa forma de viver...até a nossa alimentação.

    Bjnhos :)***

    ResponderEliminar
  5. Paparoca eu quando vim para aqui (3 anos) fiquei assustada com a falta de conciencia ambiental desta gente, aqui mal se usa o transporte publico, o carro e' usado para tudo ate para ir ao super que esta a 100m de casa, no supermercado poe-te quase uma embalagem por saco de plastico,e quando levas os teus sacos recliclaveis olham-te de lado, reciclar so meia duzia de jornais e vem buscar porta a porta nao e' preciso separar nem levar aos contentores, e por ai fora... eu tambem tenho muita consciencia ambiental ao ponto de trazer dai (portugal) um estendal na mala lolol porque aqui nao encontro em lado nenhum e mete-me confusao o consume de energia da maquina de secar
    bjinhos belo post

    ResponderEliminar
  6. na america profunda: Hello! Estou a ver que a vida ai é igual ao que vemos nos filmes, por exemplo secar a roupa na máquina de secar. Por acaso a minha mãe quis nos oferecer uma máquina de secar, por causa do inverno. Nós agradecemos, mas recusamos (gasta imensa energia. Na realidade tenho 2 estendais. No inverno utilizo os 2 e coloco a roupa mais espaçada, de modo a deixar algum espaço para a circulação de ar. Em Portugal também cometemos muitos erros. Tenho receio que com a crise, exista uma regressão a nível ambiental. Bjnhos :)***

    ResponderEliminar
  7. Hmmmm... Que delícia de blog! Estou aqui no Brasil e encontrei seu blog na net! Já me tornei seguidora e lhe convido à seguir meu blog (www.flavinhamcmg.blogspot.com), será uma honra tê-la em meu blog. Te aguardo lá! Bjnhos

    ResponderEliminar
  8. Flávia Cardoso Oliveira: Obrigada pela visita. Seja bem-vinda. Terei todo o prazer em seguir o seu blog. Bjnhos :)***

    ResponderEliminar