segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Feliz Halloween



A palavra Halloween é originária do inglês, onde é a contração de duas palavras: hallowed - santo e o final "e'en" - noite, ou "All Hallow Eve", que significa Noite de Todos os Santos.

O dia das bruxas ou o Halloween é festejado na noite de 31 de Outubro e este dia teve origem nos povos antigos da Grã-Bretanha e Irlanda.

Durante a colonização dos Estados Unidos, os colonos levaram este dia, onde prevaleceu até aos nossos dias.

O HalloweenVampire bat nos EUA é um dos dias mais festivos e populares, onde as crianças mascaradas percorrem as casas dos vizinhos a perguntar: "Trick or treat?” (travessuras ou guloseimas?), recebendo assim doces em troca do sossego dos donos da casa.

No meu tempo lembro-me de ir no dia 1 de Novembro de manhã, de porta a porta na minha aldeia pedir o “Bolinho, bolinho pela alma do seu defuntinho - Blim-Blim”. Recebia figos secos, amendoas, estrelas (figos secos com amendoas), nozes, rebuçados e às vezes pastilhas e pequenas moedas (ainda em escudos).

Bons e velhos tempos!!!Smile

Deixo-vos um vídeo clip do cantor Michael Jackson - Thiller.

FELIZ HALLOWEEN!!!!!!!!




:)***


Quiche de Delícias do Mar


DSCN5404

Confesso que não sou uma grande fã em utilizar natas nas quiches, mas nesta um dos ingredientes são as natas. Utilizei natas magras.

Confesso que não é a minha quiche favorita, talvez pelas natas. Tenho de voltar a fazê-la, mas vou substituir as natas por um molho bechamel misturado com ovo.

O provador gostou imenso. É tudo uma questão de gosto.

Atenção eu gosto de natas, mas sou esquisita em relação à quiche.

Eu nas quiches prefiro utilizar iogurte, queijo fresco, ovo com molho bechamel!!

É uma mania minha Confused smile


Eis então a receita da quiche:

Ingredientes:
  • 1 Massa quebrada fresca redonda;
  • 2 Ovos cozidos;
  • 1 Embalagem de delícias do mar;
  • 1 Cebola média picada;
  • 1 Lata de milho pequena;
  • 2 ovos  frescos;
  • 200ml de Natas;
  • Óregãos q.b.;
  • Pimenta q.b.;
  • Queijo ralado q.b.;
  • 1 Colher sopa de farinha (utilizei uma colher bem cheia);
  • 1 Chávena de chá de leite.
Coza os dois ovos.
Descasque, lave e pique a cebola média.
Escorra muito bem o líquido da lata de milho.
Coloque a massa quebrada sobre uma forma com fundo amovível.
Pique a massa quebrada com um garfo, tendo o cuidado de não a perfurar.
Sobre a massa coloque a cebola picada, as delícias do mar, os ovos cozidos às rodelas e os oregãos.
Ligue o forno a 170ºC.
Num recipiente à parte bata os ovos frescos.
Adicione aos ovos as natas, o leite, a pimenta e a farinha. Misture tudo muito bem. E coloque sobre o recheio da quiche.
Polvilhe por cima do preparado anterior o queijo ralado.
Leve ao forno durante 35 a 40 minutos ou até a quiche ficar dourada.

Bom apetite!!! Plate

:)***


sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Iogurte de Morango


DSCN4169

De vez em quando faço diferentes iogurtes para o provador. Ele é um verdadeiro “papa iogurtes”.

Já fiz iogurtes de limão, de chocolate, de caramelo. Faço com mais frequencia iogurtes naturais e por vezes iogurtes açúcarados. Hoje partilho os iogurtes de morango.

Nos meus iogurtes o único açúcar que adiciono é o açúcar amarelo. Caso não goste pode colocar açúcar ao seu gosto

Vamos lá fazer iogurtes ;)

Ingredientes:

  • 800 ml de leite;
  • 1 Iogurte natural;
  • 5 Colheres de sopa de leite em pó;
  • 2 Colheres de sopa de açúcar amarelo;
  • 4 a 5 Colheres de sopa de aroma de morango.
Coloque o iogurte natural (sem o soro) num recipiente. Adicione os restantes ingredientes.
Misture tudo muito bem até obter uma mistura uniforme.
Coloque nos vários copos da iogurteira. Ligue a iogurteira.
Deverão estar durante 12 horas na iogurteira.
Findo esse tempo, deve colocá-los no frigorífico pelo menos 2 a 3 horas.

Bom apetite!!!!

Esta é a minha iogurteira:




Iogurte de Morango



:)***




quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Folhado de Maçã


DSCN7335

Simples, económico e deve ser colocado no forno uns minutos antes da chegada dos convidados.

No passado fim-de-semana tivemos um pequeno lanche com um casal amigos. Fui duas quiches, uns folhados de salsicha com mostarda e este folhado.

Costumo fazer este género de folhado com banana, mas nesta vez optei por maçã com canela.

Eu sou suspeita Winking smile pois adoro doces com maçã, aliás tudo o que leve maçã e canela.
 
Ingredientes:
    • Massa Folhada Fresca;
    • 3 Maçãs reineta grandes;
    • 6 a 8 Gotas de sumo de limão;
    • 3 e meia Colheres de sopa de açúcar amarelo;
    • 1 Colher de sopa de água;
    • 1 Pau de canela;
    • Canela em pó q.b. (coloquei equivalente a 4 colheres sopa de canela)
Descasque as maçãs e corte em pedaços pequenos. Esprema sumo de limão por cima das maçãs (o sumo de maçã evita que as maçãs se oxidem).
Num tacho coloque as maçãs, o pau de canela, o açúcar e a água.
Deixe cozinhar em lume brando durante 5 minutos, tendo o cuidado de mexer.
Quando as maçãs estiverem quase desfeitas ou seja em quase em puré retire do lume.
Acrescente a canela em pó. Mexa muito bem.
Reserve e deixe arrefecer.
Ligue o forno a 170ºC.
Na bancada deve estender a massa folhada e picá-la com um garfo. Deve ter o cuidado de não a perfurar.
Adicione o recheio de maçã (frio).
Deve cortar a massa como as fotos abaixo exemplificam.
Dobrar de acordo com as imagens.
Levar ao forno durante 40 a 45 minutos.
 
Guten Appetit!!!  Plate
(“Bom apetite” em alemão)
 
Nota: A maçã deve arrefecer muito bem.
Não deve colocar o recheio de mação quente ou morno sobre a massa. Deve fazer um banho de água com gelo para arrefecer rapidamente o recheio.Light bulb
 

Estas são as diferentes etapas da elaboração do folhado de maçã:

DSCN7317
Maçã aos pedaços no tacho


DSCN7318
Maçã quase em puré

DSCN7319
Massa Folhada picada com o garfo

DSCN7320
Maçã na Massa Folhada

DSCN7322
Massa Folhada cortada (antes de ser dobrada)

DSCN7323


DSCN7324


DSCN7325
1ª Fase da dobrada da massa folhada

DSCN7326


DSCN7327


DSCN7328


DSCN7329

DSCN7330
Massa Folhada dobrada na totalidade

DSCN7335
Folhado de Maçã



:)***


quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Massa com Natas, Cogumelos e Atum


DSCN7300

Esta receita lembra-me os meus tempos universitários. School

A diferença é que agora utilizo cogumelos frescos e natas magras ou natas vegetais.

Actualmente raramente faço esta receita devido às suas calorias. Mas continua a ser um prato reconfortante.

Pode utilizar o tipo de massa que pretender. Uma das minhas massas favoritas é a Farfalle (em forma de laços), mas nesta vez utilizei massa fusilli.

É fácil de se fazer e dá para alimentar um batalhão Smile with tongue out

Eis a massinha,

Ingredientes (3 a 4 Pessoas):
  • Massa fusilli;
  • 1 Cebola pequena;
  • 3 Dentes de alho;
  • 2 Latas de atum (utilizei atum ao natural);
  • 1 Embalagem cogumelos frescos laminados;
  • 2 Pacotes de natas magras;
  • 1 Colher de sopa de polpa de tomate;
  • Azeite q.b.
  • Vinho Branco q.b.
  • Água q.b.
  • Sal q.b.
  • 2 a 3 Colheres de sopa de oregãos secos.
Num tacho coza a massa com água. Tempere com sal.
Descasque, lave e pique a cebola e os alhos.
Noutro tacho com azeite, aloure a cebola e os alhos.
Acrescente os cogumelos frescos laminados. Deixe cozinhar durante 5 minutos, tendo o cuidado de mexer delicadamente.
Adicione um pouco de vinho branco e deixe cozinhar mais uns minutos. Mexa os cogumelos.
A massa depois de cozida deve ser escorrida. Reserve a massa.
Abra as latas de atum e escorra.
Junte o atum e a polpa de tomate. Mexa e deixe cozinhar durante mais ou menos 3 minutos.
Adicione as natas e tempere com oregãos secos. Acrescente a massa.
Mexa tudo delicadamente e deixe cozinhar 3 a 5 minutos em lume brando.
Sirva quente ou morno.

Bom apetite!!! Plate

Nota: Ao cozer a massa deve acrescentar um colher de café de azeite à água. Deste modo a massa fica mais solta. Mexa a massa sempre com um garfo.

Algumas etapas na preparação deste prato:

DSCN7288
Cogumelos a serem cozinhados

DSCN7289
Cogumelos - antes de adicionar o atum e a polpa de tomate.

DSCN7292
Já foi adicionado o atum e a polpa de tomate
DSCN7293
As natas foram adicionadas e temperadas com oregãos
DSCN7298
Prato final




:)***


Uma Curiosidade: Dia 25 de Outubro é o dia mundial das massas.




terça-feira, 25 de outubro de 2011

Quiche de Legumes com Queijo Fresco


DSCN7316

No sábado passado tivemos um lanchinho cá em casa com um casal amigo.

Como sabia que um dos convidados não gostava de natas, decidi fazer esta quiche.

Esta quiche é um excelente opção para vegetarianos. Pode acompanhar esta quiche com uma salada ao seu gosto.

Eu utilizei massa quebrada fresca, mas fica igualmente uma delicia com massa folhada.

Vamos à receita?  Rolling on the floor laughing

Ingredientes:
  • 1 Embalagem de massa quebrada fresca;
  • 1 Queijo fresco magro de 200g (utilizei marca branca);
  • 2 alhos franceses (utilize a parte branca);
  • 1 Courgette grande ou então 2 pequenos (eu descasquei o courgette);
  • 2 Cenouras médias;
  • 1 Cebola;
  • 1 Lata de cogumelos laminados;
  • Metade de um pimento vermelho;
  • 3 Ovos;
  • 1 Chávena de Chá de leite magro;
  • Azeite q.b.
  • Sal q.b.
  • Pimenta preta q.b (foi moída na altura).
Lave o alho-francês e utilize somente a parte branca. Corte o alho-francês em rodelas finas.
Descasque e lave as cenouras, o courguette e a cebola.
Lave muito bem o pimento vermelho e corte-o em pedaços pequenos.
Passe as cenouras e o courguette por um ralador.
Corte a cebola em meias luas funas.
Num tacho com azeite lave a cebola, Deixe cozinhar a cebola até ficar macia.
Adicione o alho-francês, misture tudo muito bem e deixe cozinhar até perder volume.
Junte as cenouras, o courguette, o pimento vermelho e os cogumelos escorridos. Tempere com sal.
Misture tudo muito bem e deixe cozinhar até todo o líquido evapore.
Retire o tacho do lume e reserve. Atenção, não deve colocar recheio (legumes confeccionados) quente em cima da massa quebrada.
Ligue o forno a 170ºC.
Corte o queijo fresco em pedaços pequenos e misture-os com os legumes do recheio.
Forre uma forma de fundo amovível com a massa quebrada. Pique a massa com um garfo (tenha o cuidado de não a perfurar).
Espalhe na massa quebrada a mistura dos legumes com o queijo fresco.
À parte bata os ovos com o leite. Tempere com pimenta ao seu gosto.
Deite sobre os legumes os ovos batidos com o leite.
Leve ao forno durante 30 a 40 minutos (até ficar dourada).
Retire e deixe arrefecer um pouco.
Desenforme e sirva.

Bom Apetite!!! Plate

Algumas etapas na confecção da quiche:

DSCN7302
Alho-francês a cozinhar

DSCN7303
Alho-francês a cozinhar
DSCN7304
Alho-francês pronto para se colocar os restantes legumes
  

DSCN7305
Legumes confeccionados prontos (com o líquido escorrido) 
DSCN7306
Quiche de legumes e queijo fresco confeccionada
  

:)***


segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Lentilhas com Atum


DSCN5700

As lentilhas são alimentos que fazem parte da dieta mediterrânea.

Estes vegetais são uma fonte alimentar económica e rica em proteína, amido, fibra (solúvel e insolúvel), vários minerais e vitaminas. Por outro lado, são pobres em energia, lípidos e sódio.

O consumo de lentilhas tem um papel importante na prevenção de doenças cardiovasculares, diabetes, cancro do cólon, osteoporose e hipertensão. A sua ingestão é utilizada em programas de combate à obesidade e à síndrome metabólica.

Nós cá em casa adoramos lentilhas, especialmente a combinação de lentilhas com molho de tomate. Nesta receita utilizei uma lata de tomate picado, mas caso tenham possibilidade recomendo a utilização de tomate fresco maduro (2 a 3 tomates grandes). Os tomates biológicos são os mais deliciosos e não possuem pesticidas.

Pode substituir os cogumelos inteiros enlatados por cogumelos laminados frescos.

Eis a minha receita:


Ingredientes:
  • 200g Lentilhas;
  • 2 Cenouras pequenas;
  • 2 Cebolas médias;
  • 2 Alhos;
  • 1 Lata de tomate picado;
  • 1 Colher de sopa de polpa de tomate;
  • 1 Lata de cogumelos inteiros;
  • 1 Lata de atum (utilizei atum em água);
  • Azeite q.b;
  • Água q.b.;
  • Sal q.b.
Descasque, lave e pique as cenouras, as cebolas e os alhos.
Demolhe as lentilhas durante cerca de uma hora e depois coza-as juntamente com uma cebola e as cenouras, cortadas em pequenos pedaços. Tempere com sal.
Num outro tacho com azeite aloure a cebola e os alhos picados. Acrescente o tomate picado. Deixe cozinhar durante 5 a 8 minutos em lume brando. Mexendo de vez em quando.
Após a sua cozedura, escorra a água às lentilhas.
Acrescente ao tomate as lentilhas e as cenouras cozinhadas. Deixe cozinhar durante mais ou menos 2 a 3 minutos. Mexendo.
Adicione a polpa de tomate, os cogumelos e o atum. Coza tudo em lume brando durante 2 a 4 minutos. Mexa tudo delicadamente.
Sirva quente ou morno.

Bom apetite!!! Plate


Nota: Caso opte por cogumelos frescos laminados, deve coloca-los no tacho após a cebola e os alhos picados estiverem alourados. Deixe cozinhar os cogumelos. Seguidamente deve adicionar o tomate e seguir a receita.


sábado, 22 de outubro de 2011

Doces para o fim-de-semana


DSCN4507

Parece que pouco a pouco o Outono está a chegar. Oficialmente já chegou há muito, contudo temos tido temperaturas de Verão.

Com o frio apetece estar no quentinho da casa, petiscar, ver um filme, jogar às cartas com os amigos. ler ou simplesmente deliciar-se com um doce.Party smile

Hoje deixo-vos uma sugestão muito simples e rápida, folhados. Algo que pode ser feito em família com os filhos, sobrinhos e/ou netos ou simplesmente sozinha(o).

É simples, basta comprar uma massa folhada e brincar com os cortantes.

Se tiver algum doce/compota, pode colocar um bocado em cima do folhado e levá-los ao forno. Winking smile

             DSCN4435        DSCN4436

 DSCN4503 
  DSCN4527

Ingredientes:
  • Massa folhada fresca;
  • Doces/compotas ao gosto de cada um (utilizei doce de morango e doce de pêssego);
  • Papel Vegetal para forrar o tabuleiro do forno;
  • Cortantes ao gosto de cada um.
Ligue o forno a 170ºC.
Estenda a massa folhada sobre uma bancada de trabalho.
Utilize os cortantes a seu gosto sobre a massa folhada.
Coloque uma colher de sobremesa de doce/compota a seu gosto.
Forre um tabuleiro de ir ao forno com papel vegetal. Coloque os folhados no tabuleiro e levei-o ao forno durante 35 a 45 minutos, até a massa folhada abrir e ficar dourada.

Bom apetite!!!  Plate

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Esparguete com Bacon e Cogumelos


DSCN4317

Adquiri à pouco tempo um utensílio giro no E. Leclerc.

Eis:

DSCN4247


DSCN4257      

São moldes para alimentos. ADOREIIII!!! Rolling on the floor laughing

Para os experimentar utilizei uma simples receita de esparguete com bacon e cogumelos.

Recomendo que ao oferecer um jantar aos amigos ou familiares, prefira levar a comida já servida nos pratos (sem o molde).

Há poucos dias vi na loja “Casa Home” alguns cortantes em inox que podem ser utilizados também como moldes.

Para os amantes de bacon, natas e massa, eis a receita:

Ingredientes ( 2 Pessoas):
  • Esparguete;
  • Cebola média;
  • 3 Alhos picados;
  • Cogumelos lâminados (utilizei cogumelos enlatados);
  • 1/2 embalagem de bacon aos cubinhos;
  • 1 Colher sopa de polpa de tomate;
  • Vinho branco q.b.;
  • Azeite q.b.;
  • 1 pacote de natas magras;
  • Sal q.b.;
  • Pimenta preta q.b. (a pimenta preta foi moída no momento).
Num tacho com água quente e temperada com sal, deve cozinhar o esparguete.
Descasque, lave e pique a cebola e os dentes de alho.
Noutro tacho com azeite aloure a cebola e os dentes de alho. Acrescente o bacon e deixe cozinhar durante 5 a 7 minutos, tendo o cuidado de mexer. Adicione os cogumelos.
Deixe cozinhar um pouco os cogumelos. Acrescente um pouco de vinho branco e deixe cozinhar mais uns minutos.
Adicione a colher de sopa da polpa de tomate, mexa tudo nuito bem e deixe cozinhar em lume brando durante 3 a 5 minutos.
Após a massa estar cozida, escorra a água. Reserve a massa.
Adicione ao bacon e aos cogumelos, as natas. Deixe cozinhar em lume brando durante 2 a 3 minutos, tendo o cuidado de mexer.
Por fim adiocione a massa e mexa muito bem. Tempere com pimenta preta. Apague o lume e mexa tudo muito bem.
Por fim coloque o molde num prato e adicione a massa com o bacon e os cogumelos.

              DSCN4298    DSCN4319


Bom apetite!!! Plate

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Bolo de Bacon com Salsichas


DSCN5848

Para hoje deixo como sugestão o bolo de bacon com salsichas.

Neste bolo utilizei salsichas enlatadas (6 salsichas).

Este bolo é bastante calórico, mas é delicioso. Dedico este bolo ao provador e a todos os amantes de bacon.

Ingredientes:
  • 200g de Bacon aos cubos pequenos;
  • 1 Lata com 6 salsichas;
  • 150g de Farinha
  • 100g de Queijo mozzarela ralado;
  • 3 Ovos;
  • 1 Cebola;
  • 1,2 dl Leite magro;
  • 1dl Azeite;
  • 1 Colher de sopa de azeite;
  • 1 Colher de chá de fermento em pó
  • Sal q.b.
  • Margarina de culinária para untar a forma. (utilizei forma de bolo inglês).

Unte a forma com margarina.
Ligue o forno a 170ºC.
Descasque, lave e pique a cebola.
Num frigideira com a colher de sopa de azeite junte a cebola. Deixe cozinhar a cebola até ficar transparente.
Adicione o bacon à cebola e deixe cozinhar, tendo o cuidado de mexer de vez em quando durante mais ou menos 5 minutos.
Abra a lata, escorra o líquido das salsichas. Passe as salsichas por água quente.
Corte as salsichas em rodelas e junte-as ao bacon. Deixe cozinhar durante mais 5 minutos
Retire do lume e deixe arrefecer.
Numa tigela deite a farinha e o fermento. Misture.
Junte os ovos, o 1dl de azeite e o leite. Tempere com sal. Bata tudo muito bem.
Adicione à mistura anterior o bacon, as salsichas e o queijo. Misture tudo delicadamente
Seguidamente coloque tudo numa forma.
Leve ao forno durante mai ou menos 45 minutos, ou quando espetar um palito, este venha limpo.
Retire o bolo do forno e deixe arrefecer um pouco.
Desenforme e sirva morno ou frio.

DSCN5865   Bom apetite!!!!  Plate


quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Ovos


DSCN6880

Muitas vezes por pura ignorância, esquecimento ou outros factores esqueçemo-nos que em casa ao prepararmos a nossa refeições temos de manipular os alimentos com segurança. Muitas das intoxicações alimentares acontecem nos nossos lares.

Perante esta situação, hoje decidi escrever sobre os ovosLight bulb.

Os ovos são bastante sensíveis ao nível da sua salubridade. São considerados um alimento de alto risco, ou seja a falha de higiene e das boas praticas de manipulação pode colocar em risco a nossa saúde e a daqueles para quem cozinhamos.

Existem bactérias que podem provocar doenças alimentares graves, e que podemos estar a consumir sem saber. As bactérias patogénicas (bactérias que provocam doenças) não são visíveis a olho nu (não as vemos em cima do ovo por exemplo) e muitas vezes não sentimos alterações no sabor ou cheiro do alimento. Perante tal, temos que ter muito cuidado quando manuseamos os alimentos.

Uma bactéria muito usual nos ovos, carne de aves, a casca dos ovos, animais domésticos (ex.: galinha) entre outros é a Salmonella. O Homem também pode ser portador da Salmonella e nem saber.

Um outro exemplo de contaminação com a Salmonella poderá ser a contaminação cruzada (é o transporte de bactérias de um alimento contaminado para um alimento não contaminado). A contaminação cruzada pode ocorrer através das nossas mãos ou através dos utensílios ou equipamentos que utilizamos (ex.: utilizar a mesma faca ou tábua de corte do frango para outro alimento).

Muitas pessoas utilizam as mãos para separar as gemas das claras...pois NÃO deve ser feito assim.

Eu utilizo um separador de gemas das claras. É o utensílio que pode observar em baixo:

DSCN6997
 
DSCN6999  DSCN7000  DSCN7001

Antes de adquirir este utensílio, utilizava um passador pequeno. Partia o ovo e colocava-o sobre o passador, onde a clara escorria pelos orifícios do passador para uma tigela. O passador serve para desenrascar, mas o separador de claras é mais eficiente.

Não consigo utilizar a casca do ovo para separar a gema da clara…lembro-me da minha "amiga" Salmonella. E muito menos utilizar as mãos para separar a clara da gema Devil…a minha formação em engenharia alimentar, não o permite.

A Salmonella é uma das bactérias mais infecciosas. Uma vez no nosso organismo, esta bactéria pode provocar diarreia, vómitos, dores gastrointestinais e até a morte.  É uma bactéria frequente no aparelho digestivo das galinhas, facilitando assim a contaminação das cascas dos ovos.

Uma forma de eliminar a Salmonella é cozinhar os alimentos (ovos/carne de aves) muito bem. E manter os alimentos às temperaturas adequadas. Neste artigo pode aprender algumas dicas na confecção de ovos. (aconselhavel).


Na preparação dos ovos deve ter alguns cuidados:
  • Ao comprar os ovos deve verificar a data de validade e abrir a caixa. Caso tenha algum ovo partido ou rachado não deve trazer a caixa com os ovos. Deve informar o funcionário da loja que a caixa possui ovos partidos;
  • No acto da comprar deve observar igualmente se o ovo é velho ou novo. Basta passar a mão pelo ovo. A casca do ovo novo é áspera/rugosa e opaca. A casca do ovo velho é mais lisa e ganha brilho (precisamente o oposto de o que acontece com as pessoas :-p);
  • Não deve colocar a caixa de cartão com os ovos dentro do equipamento de frio. O cartão é um material que absorve facilmente sujidades ou outro tipo de contaminações. Ou seja, pode transportar sujidades/contaminações para o seu frigorífico. Nunca deve esquecer de retirar a data de validade dos ovos e colocá-la junto aos mesmos;

 As fotos que se encontram em baixo, são os meus ovos Rolling on the floor laughing

           DSCN7283  DSCN7285
 
  • Deve retirar somente os ovos que necessita para a elaboração do alimento, isto porque os ovos que tenham permanecido num ambiente quente e que não tenham sido utilizados, não devem regressar a um ambiente frio;
  • Ao cozinhar não deve colocar os ovos perto do calor do fogão;
  • Os ovos para cozer devem ser lavados antes de entrar na água de cozedura;
  • Os ovos devem ser partidos um a um, num recipiente à parte, antes de serem adicionados aos restantes. Caso um ovo esteja estragado não contamina os outros;
  • Um ovo fresco quando aberto, quase não tem odor. A clara, límpida e translúcida, é gelatinosa, e a gema, saliente. Caso a clara esteja fluida e a gema achatada, é muito provável que o ovo seja velho ou envelhecido. À medida que um ovo perde frescura, a gema torna-se móvel. Sacudindo vigorosamente o ovo, se for velho, ouve-se um ruído característico;
  • As cascas dos ovos devem ser colocadas imediatamente no lixo;
  • Deve lavar muito bem as mãos antes e após a utilização dos ovos. Deve secar as mãos no papel do rolo de cozinha;
  • A utilização dos utensílios de cozinha ou equipamentos que entrarem em contacto com os ovos devem ser lavados muito bem.

Truques para verificar a frescura dos ovos:

- Coloque o ovo dentro de um recipiente com água salgada e observe:
  1. Se o ovo estiver fresco fica no fundo.
  2. Ovo com cerca de uma semana fica a meio, em posição vertical;
  3. Um ovo envelhecido vem à superfície. Deve rejeitar o ovo.
- Outro truque é sacudir o ovo e oiça:
  1. Se o ovo estiver fresco, não se ouve qualquer som, porque a câmara de ar é pequena;
  2. Se o ovo for velho, a câmara de ar aumenta e fica mais espaço livre, deste modo ouve-se ao sacudir.

Ovos Caseiros:

Muitas vezes os ovos caseiros possuem resíduos de excrementos ou palha. Esta situação pode transmitir a salmonelose. Não deve lavar os ovos, isto porque a casca dos ovos é porosa e a sua lavagem vai arrastar contaminantes da casca (ex.: salmonela) para o interior do ovo. Perante esta situação deve limpar o ovo com um papel ou uma esponja e reserve-o apenas para cozinhados (o ovo tem de cozinhar bem), isto porque só as altas temperaturas eliminam a salmonela. Estes ovos nunca devem ser consumidos em cru. Para ter uma noção, os ovos caseiros são proibidos na industria alimentar e na restauração.

Ainda em relação aos ovos caseiros, deve ter cuidado ao confeccioná-los fritos, escalfados ou mexidos, isto porque podem conter salmonela se o ovo estiver contaminado.




Espero ter ajudado nos cuidados a ter com os ovos. Winking smile

Para terminar vou deixar um vídeo com diferentes confecções de ovos. Este vídeo é excelente para quem ainda não se sente à vontade para confeccionar ovos. Divirtam-se!!! Plate


:)***