quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Rabanadas


DSCN7892

Tem sido complicar vir ao blog, ando sempre a correr, muito a fazer, enfim. Consegui arranjar um bocadinho para umas rabanadas simples. Existem vários tipos de rabanadas: rabanadas simples, rabanadas com mel e canela, rabanadas com vinho do Porto, rabanadas com doce de ovos, rabanadas no forno.

Nas minhas rabanadas simples utilizei açúcar amarelo em vez de açúcar branco, é somente uma questão de gosto. O tradicional é utilizar açúcar branco. As rabanadas com mel e canela são muito semelhantes as simples, o leite vai ao lume com a casca de limão e dois paus de canela (não leva açúcar e o resto do processo é igual). No final em vez de polvilhar com açúcar, coloque fios de mel e pulverize com canela.

Nas rabanadas do Vinho do Porto, o processo é igual ao das rabanadas normais, apenas se substitui o leite pelo Vinho do Porto. Num tacho coloque 1/2 Litro de Vinho do Porto, duas colheres de sopa de mel e um pau de canela. Deixe levantar fervura e retire do lume. Coloque este preparado num prato, de modo a passar as fatias de pão. O restante da receita: passe o pão pelo vinho do Porto, pelos ovos, frite no óleo, coloque no papel absorvente e no fim por polvilhe com açúcar e canela.

Nas rabanadas com doce de ovos, pode optar por fazer o seu próprio doce de ovos ou então adquirir já feito em qualquer superfície comercial. Caso opte por fazer, deve começar pelo doce de ovos. Para preparar a calda do açúcar leve ao lume um tacho com 250 ml de água e 350g de açúcar. Deixe ferver durante 5 minutos, tendo o cuidado de mexer. Seguidamente bata 5 a 6 gemas e acrescente-lhe 2 a 3 colheres de sopa de calda de açúcar. Coloque novamente o tacho da calda do açúcar ao lume e junte as gemas em fio, mexendo sempre. Nestas rabanadas o leite leva um cálice de vinho do Porto, ou seja num tacho coloque o leite(500ml), 2 paus de canela, a casca de limão e o vinho do Porto. Deixe levantar fervura e retire do lume. O restante processo é semelhante às rabanadas simples e em vez de polvilhar com açúcar e canela, adiciona o doce de ovos.

Pode optar igualmente pelas rabanadas no forno (é menos calórico), as quais deixo um vídeo:


Nas rabanadas pode utilizar o tipo de pão que tiver em casa, desde pão de forma, cacete, carcaças. Eu adoro pão caseiro, uma delícia. O pão não deve ser mole, deve ter de 2 a 3 dias. Caso utilize carcaças, retire a côdea, deixando ficar o miolo (ficam mais fofas as rabanadas).

Seja qual o tipo de rabanada que vai confeccionar, quando demolhar as rabanadas no leite, este deverá estar apenas morno e não quente. Caso esteja quente, a rabanada irá desfazer-se. A mesma situação acontece com a rabanada do vinho do Porto, deixe arrefecer o vinho.

Vamos lá à receita das minhas rabanadas simples,

Ingredientes:

  • 12 Fatias de pão de forma ou 10 carcaças (com dois dias);
  • 1 Litro de leite (utilizei leite magro);
  • 200g Açúcar (utilizei açúcar amarelo)
  • 2 Paus de Canela;
  • 1 Casca de limão;
  • 4 a 5 Ovos;
  • Óleo para fritar;
  • Açúcar para polvilhar q.b;
  • Canela em pó para polvilhar q.b.
Lave muito bem um limão e corte um pedaço grande da casca de limão.
Num tacho, leve ao lume o leite, os paus de canela, o açúcar e a casca de limão, até ferver. Deixe arrefecer até ficar morno. 
À parte bata muito bem os ovos. 
Retire a casca de limão e os paus de canela do leite. Coloque o leite numa tigela/prato.
Na bancada, coloque os pratos em linha, de modo a facilitar a preparação das rabanadas (ver a foto abaixo): Primeiro o prato com o leite, seguidamente o prato com os ovos batidos, o prato com o papel absorvente, o prato com o açúcar e a canela em pó e por fim o prato para as rabanadas.
Leve ao lume um frigideira/tacho com o óleo e deixe aquecer.
Primeiro passe o pão pelo leite, depois pelo ovo batido e leve a fritar até as rabanadas ficarem douradinhas em ambos os lados.
Retire-as da frigideira e deixe-as escorrer em cima de papel absorvente.
Por fim polvilhe com açúcar e canela e sirva morno ou frio.


 Algumas etapas na elaboração das rabanadas:
DSCN7883
Leite ao lume com a casca de limão, os paus de canela e o açúcar.
DSCN7886
O leite a levantar fervura.
DSCN7891
Os pratos dispostos na bancada de trabalho (o prato com o leite, o prato com os ovos batidos,  ao lado está fogão com a frigideira (não se vê na foto), quando a rabanada estiver frita vai para o prato com o papel absorvente, depois para o prato com o açúcar e canela e para o prato das rabanadas)
DSCN7897
Rabanadas simples

Bom apetite!!! Plate
:)***

11 comentários:

  1. A minha avó fazia umas rabanadas simples parecidas com as tuas... hummmm, eram uma delícia!

    Pode ser que este ano volte a fazer.

    Beijinhos e um Feliz Natal

    ResponderEliminar
  2. Dama das Camélias: Bjnhos e um Feliz Natal :)***

    ResponderEliminar
  3. Querida Paparoca, este post sobre rabanadas é super completo! Amanhã vou fazer as minhas. :)
    Feliz Natal!!

    ResponderEliminar
  4. Turista: Obrigada. Boas rabanadas. Desejo um Feliz Natal :)***

    ResponderEliminar
  5. Como eu adoro rabanadas!!!

    Quero desejar-te um Feliz Natal! Faço também votos para que 2012 seja um ano de mudança para melhor, que alcances o que mais desejas… sobretudo que sejas muito feliz!

    ResponderEliminar
  6. Mafalda S.: Muito obrigada Mafalda. Um Feliz Natal para ti e que entres com o pé direito em 2012. Bjnhos :)***

    ResponderEliminar
  7. Só me apetece chorar!!!! Eu nem tenho mesmo jeito para isto. As minhas rabanadas ficaram uma desgraça. E segui passo a passo!!! Vou ter que treinar muito!

    De qualquer das formas muito obrigada pelas dicas. És uma querida por teres feito este post :)

    ResponderEliminar
  8. Ana FVP: Ana não desistas. Lembra-te o pão tem ter 2 a 3 dias, o leite deve ser morno. Tenta novamente e vai correr melhor. A cozinha é como um laboratório, cujas experiênciaas deve ser feitas com o coração. Boas festas :)***

    ResponderEliminar
  9. Obrigada... vou tentando :) Depois digo-te como correu.

    ResponderEliminar